Oiti: (Licania tomentosa)

Oiti 

Licania tomentosa

Oiti (Licania tomentosa) é uma árvore frutífera de grande porte, nativa da Mata Atlântica brasileira. Também conhecida como oitizeiro, goiti, e manga-da-praia, essa árvore é valorizada por sua copa frondosa que gera sombra farta, seus frutos comestíveis e madeira de uso moderado.

Oiti, Licania tomentosa

Características:

  • Porte: Árvore perenifólia de médio a grande porte, podendo atingir até 20 metros de altura e 60 cm de diâmetro do tronco.
  • Copa: Globosa, bem formada e cheia, proporcionando excelente sombra.
  • Casca: Cinza a marrom-clara, com fissuras longitudinais que se desenvolvem com a idade.
  • Folhas: Simples, alternas, coriáceas e brilhantes, de coloração verde-escura na face superior e mais clara na inferior.
  • Flores: Pequenas e amareladas, reunidas em inflorescências racemosas nas axilas das folhas.
  • Frutos: Drupa globosa, com casca fina e lisa, inicialmente verde e tornando-se amarela, alaranjada ou vermelha quando madura. A polpa é suculenta, fibrosa e ácida, envolvendo uma única semente grande.
  • Crescimento: Moderado a rápido.

Características ecológicas:

  • Ocorrência natural: Oiti ocorre naturalmente na Mata Atlântica brasileira, desde o estado do Amazonas até o Rio de Janeiro.
  • Clima ideal: Tropical úmido e subtropical.
  • Papel na ecologia: O oiti é uma espécie importante na Mata Atlântica, fornecendo alimento e abrigo para a fauna silvestre. Suas flores atraem polinizadores como abelhas e besouros, e seus frutos são dispersados por aves.

Perda de folhas:

  • Época em que ocorre: O oiti é uma espécie perenifólia, ou seja, não perde todas as folhas ao mesmo tempo. Pode haver queda gradual ao longo do ano, mas a copa geralmente permanece verdejante.

Usos:

  • Alimentar: O fruto do oiti é consumido in natura, utilizado na produção de sucos, doces, geleias e licores. A polpa também pode ser desidratada e transformada em farinha.
  • Paisagismo: O oiti é uma árvore ornamental apreciada por sua copa densa e sombra farta, sendo utilizada em parques, praças e arborização urbana.
  • Madeira: A madeira do oiti é moderadamente pesada, resistente e de fácil trabalho. É utilizada na construção civil, marcenaria leve e na fabricação de móveis.

Cultivo:

  • Solo: O oiti adapta-se a diferentes tipos de solo, desde que bem drenados.
  • Clima: Prefere clima quente e úmido, mas tolera variações sazonais de temperatura.
  • Propagação: Pode ser propagada por sementes ou mudas.

Observações:

  • O oiti é uma espécie tolerante à salinidade, podendo ser plantada em áreas próximas ao litoral.
  • A extração excessiva de madeira e a destruição do habitat são ameaças para a conservação do oiti.

O oiti é uma árvore versátil que oferece diversos benefícios ecológicos, econômicos e ornamentais. O seu cultivo e manejo sustentável são importantes para a conservação da Mata Atlântica e para a geração de renda para as comunidades locais.