Pau-rosa: (Aniba rosaeodora)

Pau-rosa: (Aniba rosaeodora)

 

O pau-rosa (Aniba rosaeodora Ducke) é uma espécie da região amazônica com valor comercial atribuído ao seu óleo essencial, rico em linalol, utilizado na indústria de perfumaria. Ocupou o terceiro lugar na pauta da exportação da região amazônica nos anos 40.

Características

O pau-rosa é uma árvore que pode atingir até 30 metros de altura, com tronco reto e casca fissurada. É uma espécie sempre verde, com folhas inteiras, opostas e brilhantes.

  • Folhas: As folhas do pau-rosa possuem aroma intenso e fragrância floral quando amassadas.
  • Flores: Pequenas flores amarelas dispostas em panículas terminais.
  • Frutos: Frutos pequenos e escuros.

Importância do Pau-rosa

  • Óleo essencial: O óleo essencial de pau-rosa é extraído por destilação a vapor das folhas. É um líquido incolor a amarelado, com aroma floral amadeirado intenso. É amplamente utilizado na indústria de perfumaria como fixador de fragrâncias em perfumes, cosméticos e produtos de higiene pessoal.

pau rosa

  • Madeira: A madeira do pau-rosa é moderadamente pesada, de fácil trabalhabilidade e apresenta agradável aroma. É utilizada na fabricação de móveis, peças torneadas e artesanato.
  • Paisagismo: Por ser uma árvore ornamental, o pau-rosa pode ser usada em projetos de paisagismo em parques e jardins amplos.

Ameaça de Extinção

Devido à extração insustentável para obtenção do óleo essencial, o pau-rosa é uma espécie ameaçada de extinção. O corte ilegal de árvores adultas e a falta de técnicas adequadas de manejo levaram a um declínio significativo de populações naturais.

Cultivo Sustentável

O cultivo sustentável do pau-rosa surge como alternativa para atender a demanda da indústria e garantir a preservação da espécie.

  • Manejo florestal: Técnicas de manejo florestal que incluem a poda, a extração seletiva de ramos e a destilação das folhas sem danificar a árvore possibilitam a produção de óleo essencial de forma sustentável.
  • Plantios comerciais: O plantio de árvores de pau-rosa em áreas degradadas ou em sistemas agroflorestais contribui para a recuperação de áreas verdes e a conservação da biodiversidade.

O pau-rosa é uma árvore economicamente importante, porém seu uso exige práticas sustentáveis para evitar a extinção da espécie. O incentivo ao manejo florestal e a adoção de técnicas de cultivo adequadas são fundamentais para garantir a preservação do pau-rosa e a manutenção dos benefícios que ela oferece.